Por que escrevo?
Escrevo para não morrer.

(José Saramago)

domingo, 8 de fevereiro de 2009

TRAÇOS

Retalhos costurados

de palavras

são meus traços dedilhados.



Traços em pedaços

são meus dias velozes pelas ruas

e pelos cacos de cada verso

que ainda minhas mãos não juntaram.

Um comentário:

sania disse...

parabéns prof pela a suas poesias são muito lindas
beijos vc e de mais
adoro vc
saudades