Por que escrevo?
Escrevo para não morrer.

(José Saramago)

segunda-feira, 16 de setembro de 2013

AMOR NO FIRMAMENTO



Arrasto as letras da palavra
A
M
O
R
Rastreio a metáfora do verbo
A
M
A
R
E a nostalgia de Eros em mim
Despe o corpo de Deus no firmamento.

Um comentário:

Débora Tavares disse...

Olá! Pesquisando no google, o acaso me trouxe até aqui. Amei o poema, muito mais, o final. Abraços. Débora